CG engenharia não comparece em oitiva da CPI do “Tapa Buracos”

março 03, 2020

O vereador Jean Corauci e os demais membros que compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito do Tapa Buracos, constituída para apurar irregularidades nos serviços executados na Operação Tapa Buracos, se reuniram nesta segunda-feira, 02 de março, para ouvir os responsáveis pela CG Engenharia, empresa contratada e responsável pelo serviço no município.

Atualmente o edital para contratação de empresas para o serviço, exige que sejam respeitadas as normas técnicas, o recorte, limpeza de resíduos, utilização de tinta liga para que a nova massa asfáltica tenha aderência, essa mesma massa tem de estar na temperatura mínima de 120º, sendo o ideal 150º. A compactação deve ser realizada com uma máquina de uma a duas toneladas, podendo ser praticada também por uma placa vibratória, porém não é o mais apropriado.

A empresa contratada, CG Engenharia, possui todo equipamento para propiciar um trabalho adequado, porém não vinha cumprindo as normas técnicas. Comprovado em diligências realizadas pelos vereadores da CPI. E nos últimos dois meses não está sendo realizado o serviço de tapa buracos, somente o serviço emergencial realizado pela prefeitura.

Assim sendo, foi realizada a convocação da empresa através de correspondência com Aviso de Recebimento (A.R.), email, e pessoalmente no canteiro de obras da empresa. Todas notificações foram recebidas, porem nenhum representante esteve presente na reunião de hoje.

Os vereadores presentes, Adauto Marmita (PL), Jean Corauci, Orlando Pesoti (PDT), e Maraca, deliberaram para que a Coordenadoria Jurídica da Câmara seja consultada sobre a possibilidade de condução coercitiva dos responsáveis.

Representando a 12ª subseção da OAB, Edson Santos de Oliveira, parabenizou a CPI pelo trabalho sério que vem desenvolvendo.

Uma diligência com todos os membros da comissão ficou agendada para o dia 10 de março.

Posts Relacionados

0 comentários :

Postar um comentário