Select Menu

Fique Sabendo

Lorem 1

Technology

Circle Gallery

Shooting

Racing

News

Lorem 4

» » DURO GOLPE NA SAÚDE

A Prefeitura de Ribeirão Preto deu mais um duro golpe em quem depende da saúde pública. Com certeza, o pior na vasta lista deste governo. O dinheiro encaminhado para ajudar no combate a pandemia do Covid-19 vem sendo utilizado para outros fins. Um verdadeiro crime cometido quando a vida de todos está em risco.

O absurdo é tão grande que o prefeito Duarte Nogueira utilizou pelo menos R$ 12 milhões das verbas recebidas do governo federal para o combate ao Novo Coronavírus para cobrir o rombo nas contas do Instituto Municipal dos Previdenciários (IPM), responsável por cuidar da aposentadoria dos funcionários da prefeitura.  Tudo oficial, no Portal de Transparência, como se fosse algo normal.

Neste caso, foram feitos dois repasses. Primeiro de R$ 3,1 milhões e depois mais R$ 9,3 milhões. Na dotação orçamentária, está especificado “recursos para cobertura de insuficiências financeiras”.

Com esse dinheiro, especialistas apontam que pelo menos 100 leitos de UTI poderiam ser abertos. Lembrando que na semana passada Ribeirão chegou a ter, oficialmente, apenas uma UTI disponível. Isso oficialmente, pois houve denúncia de um homem que esperou uma vaga por 3 dias.

Na lista de despesas da prefeitura com justificativa de investimento no combate a pandemia ainda se encontram outros absurdos, como licitação para compra de extintores e plano contra incêndio da Secretaria de Saúde.

Também está lá no Portal de Transparência que a cidade já recebeu mais de R$ 51 milhões para investir no combate a pandemia. Estranhamente a prefeitura chegou a informar que não teria recebido todo esse dinheiro. Essa versão é apenas uma tentativa de justificar a falta de investimentos. Pouco mais de R$ 30 milhões foram gastos. E muito deste dinheiro teve um desvio de finalidade gigantesco.

Por causa da omissão do governo em agir de forma séria no combate a pandemia, levei o caso ao Ministério Público. A promotoria também já abriu inquérito para investigar o repasse para o IPM. Fica claro que a cidade poderia estar encarando essa pandemia com uma melhor estrutura se os recursos que foram repassados pela União e pelo Estado tivessem sido voltados para o bem-estar de todos.

O que mais assusta diante de todo o cenário de crise envolvendo a pandemia é a postura do governo. Mesmo com o cenário escancarado de investimentos errados e dinheiro represado pelo prefeito Duarte Nogueira, a posição segue a mesma: culpar e cobrar os demais. Se os casos se alastram, a culpa é da população e do comércio. Simplesmente se ignora a redução do número de ônibus. Se as UTIs estão lotadas, o Estado tem que agir para solucionar o problema.

A pergunta que fica é quando quem precisa liderar terá liderança?

Sobre Jean Corauci

Nascido em Ribeirão Preto, é graduado em Análise de Sistemas e Pós Graduado em Administração de Empresas e está em seu primeiro mandato. Um dos vereadores mais atuantes na legislatura 2017/2020.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe uma Mensagem