PARKLET - MAIS UMA CONQUISTA PARA RIBEIRÃO

Iniciativa do vereador Jean Corauci acaba de ser implantada em nossa cidade.

Ribeirão Preto recebeu na última quinta-feira, 7, um novo espaço destinado ao convívio urbano. O projeto pioneiro de parklet na cidade foi instalado em frente ao Centro Cultural Palace, no quarteirão Paulista.

Parklets são áreas criadas ao lado de calçadas, onde são construídas estruturas a fim de criar espaços de lazer onde anteriormente havia vagas de estacionamento de carros. Os primeiros foram construídos em San Francisco, nos Estados Unidos, buscando-se criar ambientes mais amigáveis para as pessoas que passavam pelo local.

O projeto visa oferecer à população acesso a um espaço democrático, público e gratuito, que promove leitura e a circulação cultural.   

Agora outras áreas da cidade poderão contar com a mesma ideia.

Mais

"Temos um novo terreno", diz secretário municipal sobre segundo Bom Prato

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área internaO vereadores Jean Corauci e outros vereadores receberam nesta tarde (31), Guido Desinde Filho, secretário de Assistência Social do município, para explicar os motivos de atrasos na instalação do Bom Prato HC.

A oitiva se deu após recusa por parte da prefeitura de terreno disponibilizado pelo Hospital das Clínicas. Guido explicou que a Secretaria de Obras realizou inspeção no terreno e constatou que o local indicado era de contenção de água da chuva, sendo inviável a instalação do restaurante.

"Eu acredito que esse contratempo vai ajudar a fazermos um Bom Prato dentro dos padrões que realmente precisamos", disse.

O secretário informou também que há outro terreno privado em vista da prefeitura, tendo já sido elaborado projeto base para a construção e instalação nesse novo local. Segundo ele, a Secretaria de Planejamento está em negociação de valores e adequações para locação ou compra do terreno. Guido disse que o espaço tem 632 metros quadrados de construção, porém não quis revelar a localização. 

Jean Corauci demonstrou indignação, já que há anos a população espera pela construção do segundo Bom Prato em Ribeirão.

"Se nós não podemos saber onde é o terreno, também podemos pensar que o projeto não vai sair do lugar. A população quer saber onde será o novo Bom Prato, só isso", afirmou.


Diante do exposto, a Comissão deverá ouvir o Secretário de Planejamento para explicações detalhadas sobre os trâmites relacionados ao novo local pretendido para o restaurante.

"Trata-se de dinheiro público  e nossa missão é fiscalizar de que maneira estão sendo feitos os trâmites", comentou Igor Oliveira ressaltando o trabalho da Comissão, que acompanha passo a passo o executivo.

"Se essa CEE não tivesse sido criada, sequer estaríamos falando da segunda unidade do Bom Prato em Ribeirão Preto, por isso vamos continuar trabalhando forte para o projeto sair do papel", finalizou.

Por Marco Aurélio Tarlá

Mais